I Workshop GDI Mata e Vertentes reúne diversos setores nos dois anos do grupo

Para comemorar os dois anos do Grupo de Trabalho, Desenvolvimento e Inovação na Mata Mineira (GDI-Mata) foi realizada nesta quinta-feira, 23, o I Workshop GDI Mata e Vertentes que finalizou uma série de encontros que celebram a data. O evento aconteceu Museu de Arte Murilo Mendes (Mamm) e envolveu acadêmicos, empresários e representantes do poder público em discussões acerca de temas relacionados ao desenvolvimento econômico, utilização de tecnologias associadas à indústria 4.0 e os caminhos para construção de um ecossistema de inovação na Zona da Mata mineira e Vertentes.  

Segundo o prefeito Antônio Almas, o evento é uma grande oportunidade de desenvolvimento regional. “Acredito que Juiz de Fora não pode pensar no seu crescimento sem ter a visão da Zona da Mata e Vertentes. Esses dois anos do GDI são comemorados com essa visão de rede, que permite dialogarmos e pensarmos o crescimento de toda a região”.

O reitor da Universidade Federal de Juiz de Fora, Marcus David avaliou o evento como uma síntese do papel que a instituição deve exercer para contribuir com o desenvolvimento local. “A Instituição deve possibilitar que o conhecimento possa ser apropriado pelo mercado para alavancar o crescimento da região. As associadas do GDI possuem todas as condições de oferecer oportunidades para as empresas”.

As palestras e o painel contaram com a presença da presidente do Sindicato das Indústrias de Alimentação de Juiz de Fora (SIA-JF) e proprietária da empresa de Condimentos Portuense, Flávia Gonzaga; do presidente do Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Mobiliário de Ubá (Intersind), Áureo Barbosa; do atual presidente da Agência de Desenvolvimento de Juiz de Fora e Região (ADJFR), Célio Carneiro Chagas; do diretor-geral do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), David Kupfer; e do diretor-executivo da Fundação de Desenvolvimento e Pesquisa Participações S/A (Fundepar), Ramon Dias de Azevedo.

No evento, além da exibição de toda a trajetória do grupo nesse dois anos de existência e ações em curso, foi revelado que estão sendo feitas conexões para que a Universidade Federal de Viçosa (UFV), a de São João del Rei (UFSJ), e a de Lavras (UFLA) integrem o grupo, tornando assim, o GDI Zona da Mata e Vertentes.

Programa Alianças Estratégicas para Mata Mineira e Vertentes será realizado em Juiz de Fora

No dia 28 de Fevereiro, quarta-feira, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SEDECTES) promove a primeira Reunião do Programa Alianças Estratégicas do território Zona da Mata e Campos das Vertentes.

O encontro acontece de 8h as 17h no anfiteatro 2, na Faculdade de Engenharia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

O objetivo do evento, que integra o Programa Minas Inova, é levar diferentes incentivos à inovação para o interior do estado de Minas Gerais, identificando eixos estratégicos para a formulação de planos de ações que contribuam para o desenvolvimento das áreas.

De acordo com a SEDECTES, o Programa proporciona ações de desenvolvimento econômico, social e sustentável no estado, por meio da criação de conexões entre as Instituições de Ensino Superior (IES) e a sociedade mineira, bem como por outros agentes do setor público e do setor produtivo.

A Reunião contará com representantes de várias forças do ecossistema empreendedor da região e está sendo realizado com o apoio do nosso Grupo de Trabalho Desenvolvimento e Inovação da Zona da Mata Mineira (GDI-Mata).

Para outras informações, acesse: www.tecnologia.mg.gov.br ou ligue: (31) 3915-5297 / 3915-5005

 

Este material foi produzido pelo Setor de Comunicação do Critt e reproduzido com contribuições pelo núcleo de comunicação do GDI-Mata

Sebrae Minas realiza encontro sobre o ambiente das micro e pequenas empresas

No dia 27 de março, o Sebrae Minas realiza, em Juiz de Fora, o evento Road Show – MPE e as políticas públicas para o desenvolvimento municipal, com o objetivo de trabalhar ações conjuntas com o poder público para a melhoria do ambiente das micro e pequenas empresas (MPE) na região. Em Minas, já são mais de 2 milhões de pequenos negócios, somando-se micro e pequenas empresas (MPE), microempreendedores individuais (MEI) e produtores rurais, que representam, respectivamente, 36%, 36% e 28% desse total. Os dados são do Portal do Empreendedor, do RAIS 2015 e do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) de 2015.

Segundo dados do Sebrae Minas, de fevereiro deste ano, na região da Zona da Mata e Vertentes já são mais de 90 mil MEIs formalizados. Em Juiz de Fora, esse número é de 22.050. Já as micro e pequenas empresas da Zona da Mata e Vertentes somam quase 100 mil, sendo que 24.269 delas são de Juiz de Fora, levando em consideração os setores de comércio (10.395), serviços (10.029), indústria (2.500) e construção civil (1.345). Os dados são do RAIS do Ministério do Trabalho e Emprego de 2015.

O Road Show é voltado para prefeitos, secretários de desenvolvimento ou administração, secretários de educação, assessores e agentes de desenvolvimento de todos os municípios das nove microrregiões participantes. De acordo com o analista do Sebrae Minas, Paulo Veríssimo, o intuito é apresentar aos gestores públicos as ações que podem ser desenvolvidas junto ao Sebrae, a fim de estimular as MPE e fomentar o empreendedorismo, para o desenvolvimento da região.

“Em vários municípios, houve renovação da administração. Nossa proposta é apresentar aos novos gestores e suas equipes as possibilidades de parceria com o Sebrae, com foco no desenvolvimento dos pequenos negócios, no empreendedorismo, nas compras públicas e na desburocratização, por exemplo. Para o município, é uma oportunidade de desenvolvimento de ações em benefício dos empreendedores e das MPE, que representam mais de 99% das empresas da região e do país”, destaca Paulo.

 

Outras informações: (32) 3257-4706 (Sebrae-MG) / juliana.mazzala@sebraemg.com.br

 

Fonte: Agência Sebrae de Notícias