Juiz de Fora recebe Fomenta Minas e Rodada de Negócios

Ações do Sebrae Minas pretendem aproximar as micro e pequenas empresas dos grandes mercados das compras públicas

 

De 24 a 26 de outubro, Juiz de Fora recebe a Rodada de Negócios e o Fomenta Minas, encontros de oportunidades promovidos pelo Sebrae Minas e voltados para Micro e Pequenas Empresas (MPEs) da Zona da Mata e Vertentes. No Fomenta Minas, os empresários terão a oportunidade de fazer contato com compradores governamentais, grandes compradores da administração pública direta e indireta e empresas estatais. Já a Rodada de Negócios vai reunir grandes empresas privadas para negociar com as MPEs, tudo em um só espaço. As ações ocorrem no Gran Victory Hotel e as inscrições gratuitas devem ser feitas no site da Sympla.

 

O Fomenta Minas tem como principais objetivos: criar condições para a ampliação da participação das MPEs no volume de compras dos governos federal, estaduais e municipais e suas estatais; promover a capacitação das MPEs e dos gestores públicos para conhecimento sobre os principais instrumentos jurídicos e operacionais que propiciem seu acesso ao mercado das compras governamentais; disseminar boas práticas e fornecer subsídios técnicos e jurídicos que assegurem o tratamento diferenciados às microempresas e empresas de pequeno porte, previsto na Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas; divulgar amplamente os procedimento, especificações e exigências dos grandes compradores públicos, das esferas federal, estadual e municipal, para suas aquisições de bens, serviços e obras, focando nos setores com forte participação das MPEs, sobretudo pequenos negócios ligados aos setores e projetos coletivos prioritários do Sistema Sebrae; sensibilizar os grandes compradores públicos para a sua responsabilidade como indutores e promotores do desenvolvimento local; e aproximar  as micro e pequenas empresas dos grandes mercados das compras públicas, para que sejam estimuladas a fornecer para as instituições públicas, constituindo, assim, mais uma fonte de faturamento.

 

Entre os destaques, estão as palestras do comentarista político da Globo News e repórter especial de política do Jornal das Dez,  Gerson Camarotti; do âncora do Jornal da Band, na BandNews FM, e colunista da IstoÉ, Ricardo Boechat;  e do doutor em sociologia das relações internacionais e diplomata, Marcos Troyjo. O Fomenta também vai trazer nomes importantes como a professora, escritora e mestre em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local, Maria Flávia Bastos; o ex-presidente do Sebrae Nacional e ex-ministro do Turismo, Luiz Barretto; o jornalista, consultor e palestrante em gestão pública, cultura e cultura cidadã, Jorge Melguizo; e o engenheiro e ex-prefeito de Maringá, Silvio Barros.

 

No dia 24, ocorre a Rodada de Negócios, a partir das 14h. Já no dia 25, também às 14h, acontece a abertura oficial do evento, com a palestra Perspectivas políticas do Brasil e os impactos nos negócios, com Gerson Camarotti. No mesmo dia, às 17h15, o conselheiro do programa O Aprendiz, Cláudio Forner, irá ministrar o painel Cidade Empreendedora. No dia 26, é a vez de Ricardo Boechat falar sobre Os desafios das organizações do século XXI, às 9h, e para encerrar o evento, às 19h, Marcos Trojyo irá ministrar a palestra A nova era do talento, economia em rede e inovação.

 

O Fomenta Minas conta ainda com diversas oficinas, palestras e painéis; além do Encontro do Tribunal de Contas do Estado, do Encontro Regional de Agentes de Desenvolvimento e doEspaço Sebrae Lab, ambiente dedicado à inovação e à criação, que terá como palestrante o gerente de produtos da Coinbr, Anderson Silveira, que irá discorrer sobre “Blockchain e criptomoedas: tecnologia e sua aplicação na modelagem de negócios”.

 

Rodada de Negócios e Fomenta Minas

Data: 24, 25 e 26 de outubro de 2017

Local: Gran Victory Hotel (Av. Presidente Itamar Franco, 3800, Cascatinha)

Informações: 0800 570 0800 / www.sebraemg.com.br

Inscrições: https://www.sympla.com.br/25-e-26-de-outubro—fomenta-minas-2017—regional-zona-da-mata-e-vertentes__197586

 

Este material foi produzido pela Agência Sebrae de Notícias e reproduzido pelo Núcleo de Comunicação do GDI-Mata. 

Juiz de Fora sedia Conferência de Inovação e Desenvolvimento para a Zona da Mata Mineira

Evento acontece nos dias 22 e 23 de agosto, no Gran Victory Hotel

 

A importância da inovação no processo de desenvolvimento regional, a partir da interação entre os segmentos acadêmico e empresarial, será abordada na Conferência de Inovação e Desenvolvimento para a Zona da Mata Mineira (CONIDE), que acontecerá nos dias 22 e 23 de agosto, em Juiz de Fora. O evento pretende convergir, em um mesmo espaço, diversas visões sobre o desenvolvimento socioeconômico, promovendo debate e sinalizando perspectivas de aplicação na realidade local. Promovida pelo Grupo de Trabalho Desenvolvimento e Inovação na Mata Mineira (GDI Mata), por meio de entidades integrantes, a CONIDE acontecerá no Gran Victory Hotel, localizado na Avenida Presidente Itamar Franco, 3.800, bairro Cascatinha.

A programação inclui painéis, palestras e sessões temáticas dos grupos de trabalho do GDI Mata: “Agronegócio”, “Comércio”, “Indústria”, “Serviços” e “Turismo”, reunindo pessoas com experiência de mercado e outras com atuação acadêmica, para debater a inovação nos diversos setores e os impactos no mercado de trabalho e no desenvolvimento urbano. Para os organizadores, o evento é uma oportunidade para empresários estabelecerem parcerias com pesquisadores, de forma a utilizar a inovação para o avanço dos negócios, além de indicar caminhos para a estruturação das cidades de forma mais inteligente, que aproxime o poder público do cidadão.

Na terça-feira, 22, o evento terá início às 14 horas, com o painel “Inovação na esfera pública e na iniciativa privada”, apresentado por Caetano Christophe Penna, doutor em Estudos de Política de Ciência e Tecnologia, e Fábio Veras de Souza, doutor em Direito Constitucional. Às 15h45, sessões paralelas dos grupos de trabalho terão a participação de José Maria Jardim da Silveira, doutor em Engenharia Agronômica (Agronegócio); Ricardo Lourenço, presidente do Grupo Lupin no Brasil, e Jadir Vieira, diretor executivo da Medquímica (Indústria); Fabrício Soares, administrador e especialista em Finanças (Serviços); e Rafael Oliveira, superintendente da Secretaria de Estado de Turismo (Turismo).

A programação seguirá com o painel “A nova economia e os impactos no mercado de trabalho”, com Fernanda Schröder, gerente nacional de carreiras da DeVry Educacional, e Débora Marques, gerente de Inovação e Transferência de Tecnologia do Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (Critt/UFJF).

Às 20 horas, Paulo Roberto Haddad ministrará palestra de abertura. Ministro da Fazenda durante a presidência de Itamar Franco, Haddad é formado em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com curso de especialização em Planejamento Econômico. Foi fundador e primeiro diretor do Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional da UFMG e autor de diversos livros e artigos em revistas especializadas no Brasil e exterior. Exerceu cargos de secretário de Planejamento e da Fazenda do Governo de Estado de Minas Gerais e de diretor de Planejamento Econômico da Fundação João Pinheiro.

Na quarta-feira, 23, a CONIDE terá início às 14 horas, com o painel “Smartcities e as parcerias público-privadas”, com a participação do vice-presidente do Instituto Smart City Business América, Felipe Fulgêncio, e do subsecretário de Tecnologia da Informação da Secretaria Municipal de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno da Prefeitura de Manaus (AM), Eudo de Lima Assis. Às 15h45, as sessões paralelas serão intermediadas por Paulo do Carmo Martins, chefe-geral da Embrapa Gado de Leite (Agronegócio); Jovino Campos, fundador e CEO do Grupo Bahamas (Comércio); Carlos Gadelha, doutor em Economia (Indústria); Guilherme Bastos, diretor da Cedimagem (Serviços); e Patrícia Moreira, consultora da Confederação Nacional da Indústria – CNI (Turismo).

Inovação e Desenvolvimento na Zona da Mata Mineira” será tema de painel com a participação de Fernando Salgueiro Perobelli, economista e professor-associado da UFJF, e Rubens Amaral, gerente de Planejamento do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), às 19h15. Logo após, o painel “Startups e tecnologia” terá a presença de Felipe Mariani de Paula, analista e desenvolvedor de projetos de investimento em startups de base tecnológica na Fundep Participações (Fundepar MG), de Gian Meneses, empreendedor responsável pela tecnologia e desenvolvimento das plataformas de operação do “Qranio” e de Silvana Braga, diretora geral do SEED – Startups and Entrepreneurship Ecosystem Development e do SIMI – Sistema Mineiro de Inovação, ambos programas do Governo de Minas que tem o objetivo de transformar Minas Gerais no maior polo de empreendedorismo e inovação da América Latina.

Realizada pelo GDI Mata, por meio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Instituto Federal Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Conide tem o patrocínio da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), BDMG, Lanetwork Serviços de Rede e Informática, Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Fadepe), Secretaria de Estado Extraordinária de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais – SEEDIF, Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – SEDECTES, Caixa Econômica Federal e Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). Apoio: Agência de Desenvolvimento de Juiz de Fora e Região (ADJFR), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR), CIMO Engenharia e Soluções Ambientais. Promoção: Rádio Itatiaia e TV Integração e produção-executiva Partner Produções.

A CONIDE é voltada para prefeituras e secretarias; gestores municipais, estaduais e federais; empresários, engenheiros, arquitetos, urbanistas, advogados, consultores, planejadores e pensadores de organizações comprometidas com o desenvolvimento e inovação; fundos de investimentos, banco financiadores e organismos de fomento; investidores; entidades de classe e universidades públicas e privadas.

Sobre o GDI Mata

Criado em 2016, com a proposta de conectar e direcionar um trabalho cada vez mais colaborativo entre universidades, instituições de pesquisa e empresas no âmbito regional, o Grupo de Trabalho Desenvolvimento e Inovação na Mata Mineira (GDI Mata), é uma união de diversas entidades, instituições, associações e organizações representativas em uma rede, com o objetivo de estabelecer um novo horizonte na evolução econômica e social para Juiz de Fora e região da Zona da Mata Mineira.

Serviço:

CONFERÊNCIA DE INOVAÇÃO E DESENVOLVIMENTO PARA A ZONA DA MATA MINEIRA (CONIDE)

DATA: 22 e 23 de agosto de 2017

LOCAL: Gran Victory Hotel (Antigo Independência Trade Hotel)

Av. Itamar Franco, 3.800, Cascatinha, Juiz de Fora, MG

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:

www.conide.com.br

facebook.com/conidezm

Telefones: (32) 3082-8900 / 99982-7375

Pesquisadores têm até o próximo dia 7 para inscrever trabalhos sobre a Zona da Mata mineira na 1ª Conide

Os interessados em submeter trabalhos para a 1ª edição da Conferência de Inovação e Desenvolvimento para a Zona da Mata Mineira (Conide) têm uma nova chance de fazê-lo: a Comissão Científica do evento estendeu o prazo de inscrição até o dia 7 de agosto. Serão selecionadas até 100 pesquisas, que serão afixadas conforme programação do evento, que ocorre nos dias 22 e 23 de agosto, no Hotel Gran Victory (antigo Independência Trade Hotel).

De acordo com a diretora do Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia (Nittec) do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG) e representante da Comissão Científica da Conide, Flávia Ruback, ao expor os trabalhos, os pesquisadores podem compartilhar seus estudos sobre inovação e desenvolvimento econômico e social, promovendo o debate sob a ótica da realidade regional.

“Esse contato pode favorecer o desenvolvimento socioeconômico regional, pois acreditamos na importância de fomentar um trabalho colaborativo entre universidades, instituições de pesquisa e empresas do ecossistema regional. Essa perspectiva vai ao encontro da proposta do Grupo de Trabalho, Desenvolvimento e Inovação na Mata Mineira (GDI-Mata), qual seja, diversas entidades atuando em rede de forma a estabelecer um novo horizonte para a região”, pontua ela. Os trabalhos podem versar sobre atividades visando o desenvolvimento e inovação em todas as áreas de conhecimento, conforme as seguintes subáreas:

 

– Desenvolvimento: indicadores econômicos, arranjos produtivos locais, atividades econômicas relacionadas ao agronegócio, indústria, serviço, comércio e turismo, desenvolvimento tecnológico, desenvolvimento regional;

– Inovação: inovações tecnológicas em produtos ou processos, inovações em serviços, marketing, modelos de negócio relacionados ao agronegócio, indústria, serviço, comércio e turismo.

 

As propostas devem ser encaminhadas em formato de arquivo PDF para o e-mail poster@conide.com.br. O resultado da avaliação será divulgado no dia 8 de agosto.

 

O evento

A Conide é uma realização GDI-Mata, iniciativa coordenada pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Gado de Leite), IF Sudeste MG, Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais (Sebrae MG) e Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF, e que visa convergir, num mesmo espaço, diversas visões sobre desenvolvimento econômico e social, promovendo o debate sobre essas perspectivas e sua aplicação na realidade regional.

Idealizada como um ambiente ideal para troca de conhecimentos e experiências, a Conide pretende estimular o contato entre diferentes atores de um mesmo mercado, estimulando a prospecção de clientes, a concretização de parcerias e realização de negócios. Para isso, a conferência pretende facilitar a interface entre órgãos públicos; entidades de fomento; associações de classe; organizações representativas; instituições de ensino, pesquisa e extensão; e o empresariado regional, possibilitando que essas interações se convertam em projetos que beneficiem todos os envolvidos no sistema econômico da região.

A programação completa da Conide – que pode ser conferida neste link – conta com palestras de empreendedores e acadêmicos de destaque no cenário nacional, além de sessões de Grupos de Trabalho com temáticas, como agronegócio, comércio, indústria, serviços e turismo. A palestra de abertura, às 20h do dia 22, será ministrada por Paulo Roberto Haddad, que foi Ministro da Fazenda do Brasil, durante a presidência de Itamar Franco.

 

Outras informações: (32) 2102-3435 – Ramal 206 (Núcleo de Comunicação do GDI-Mata)

Conferência de Inovação e Desenvolvimento para a Zona da Mata Mineira (Conide)

Grupo de Trabalho Desenvolvimento e Inovação na Mata Mineira (GDI Mata)

Conferência sobre Inovação e Desenvolvimento na Zona da Mata abre inscrições para submissão de trabalhos científicos

Visando contemplar ideias que se relacionem com inovação e desenvolvimento, a Conferência de Inovação e Desenvolvimento para a Zona da Mata Mineira (Conide), abre o período de inscrições para a submissão de trabalhos científicos. Organizado pelo Grupo de Trabalho, Desenvolvimento e Inovação na Mata Mineira (GDI Mata), a iniciativa tem o objetivo de difundir conhecimentos e conectar ideias e pessoas à oportunidades de negócio e colaboração.

Os trabalhos, em formato pôster, devem se enquadrar dentro de um dos seguintes temas:

  •         Desenvolvimento: indicadores econômicos, arranjos produtivos locais, atividades econômicas relacionadas ao agronegócio, indústria, serviço, comércio e turismo, desenvolvimento tecnológico, desenvolvimento regional.
  •         Inovação: inovações tecnológicas em produtos ou processos, inovações em serviços, marketing, modelos de negócio relacionados ao agronegócio, indústria, serviço, comércio e turismo.

A proposta deve ser enviada em formato PDF para o e-mail poster@conide.com.br. até o dia 10 de julho. Serão selecionados até 100 trabalhos e o resultado final será divulgado em 1º de agosto.

Datas importantes:

Submissão de trabalhos: 5 de junho a 10 de julho de 2017.

Resultado da avaliação: 1º de agosto de 2017.

Apresentação do pôster: 22 e 23 de agosto de 2017

Consulte o regulamento e inscrições no site: www.conide.com.br

Para o diretor de Inovação da Universidade Federal de Juiz de Fora e representante da UFJF no GDI Mata, Ignacio Godinho Delgado, o propósito da conferência é intensificar a sensibilização dos agentes públicos e privados que estão associados à inovação para uma colaboração mais intensa e permanente. “É uma oportunidade para a Universidade e as instituições parceiras apresentarem suas expertises e, ao mesmo tempo, para os agentes econômicos da cidade identificarem nesses conhecimentos, o atendimento de suas demandas”.

O Conide acontecerá nos dias 22 e 23 de agosto, no Gran Victory Hotel em Juiz de Fora, e contará com palestras, painéis e sessões de discussão com a participação de pesquisadores e profissionais atuantes em diversas áreas, como agronegócio, turismo, comércio, indústria e serviços. Toda a programação já está disponível e pode ser acessada aqui.

Sobre o GDI

As ações do GDI Mata são definidas em reuniões mensais das entidades que o constituem e das atividades dos Grupos Temáticos, sob supervisão da Coordenação Geral, composta pela Embrapa, IF Sudeste MG, Prefeitura de Juiz de Fora, Sebrae e UFJF, que se reúne semanalmente. O grupo também conta em sua operação com colaboradores lotados nos setores de Comunicação e Marketing e Tecnologia da Informação do Critt/UFJF.

Mais informações: 2102-3435 (Secretaria da Diretoria de Inovação)

Juiz de Fora recebe Meetup de Empreendedorismo Social

Na próxima quinta-feira (29), Juiz de Fora recebe o Meetup de Empreendedorismo Social (MES), organização voluntária que tem como objetivo incentivar e fortalecer o ecossistema de negócios de impacto social na cidade. O evento ocorre das 19h às 21h no Sesc, localizado na Avenida Barão do Rio Branco, nº 3090, Centro. A ação tem o apoio do Sebrae Minas, do Sesc e do Zero40, ecossistema empreendedor de Juiz de Fora. A inscrição é gratuita e deve ser feita no site da Sympla.

O objetivo do MES é incentivar o empreendedorismo social como alternativa de renda e, ao mesmo tempo, transformá-lo em uma ferramenta para transformação social. Um empreendimento social é aquele que não tem como objetivo a maximização dos lucros, mas busca causar um impacto positivo na sociedade, como promover a igualdade de gêneros, empoderamento financeiro de pessoas em situação de vulnerabilidade, uso sustentável de matéria prima, entre outros.

O palestrante principal do evento é o empreendedor social e idealizador da Baanko, André Lara Rezende. Além da palestra principal, ainda haverá cases de sucesso de empreendedores locais.

Sebrae realiza oficina “Gestão de Redes Sociais”

As ferramentas de marketing digital e mídias sociais facilitam bastante o relacionamento entre as marcas e seus consumidores. Mesmo sendo mais modernas, ainda assim, muitos empreendedores resistem à sua implantação nos negócios, dificultando, com isso, o diálogo com os clientes por meio de ferramentas online.

Pensando nisso, o Sebrae Minas desenvolveu uma capacitação que tem o objetivo de facilitar a interação entre marca e cliente. No dia 6 de julho, das 17h30 às 22h30 será promovida, pela primeira vez em Juiz de Fora, a oficina “Gestão de Redes Sociais”, que será ministrada pela analista e consultora em marketing do Sebrae Minas, Paula Bento. As inscrições devem ser feitas no ponto de atendimento do Sebrae, localizado na Av. Olegário Maciel, n° 436, Bairro Santa Helena, ou pelos telefones (32) 3257-4708 / 4709 e 0800 570 0800. As vagas são limitadas.

A oficina vai apresentar aos participantes as ferramentas de redes sociais que mais se aplicam ao relacionamento com os clientes, identificando-as e aplicando-as de acordo com cada tipo de negócio, tendo como foco o perfil dos clientes que pretendem dialogar no ambiente online.

Dentre os assuntos que serão abordados durante a atividade, destacam-se: o que o empresário deve saber sobre o Facebook, o Instagram, o WhatsApp e o Snapchat  e como deve ser feita a gestão de crise nas redes sociais.

“As plataformas digitais têm custos mais baixos que mídias tradicionais e audiências mais receptivas às mensagens divulgadas, facilitando o diálogo entre marcas e consumidores”, destaca Paula. Para ela, as empresas que possuem perfis e se relacionam com clientes nas redes sociais têm aberto um canal de comunicação e vendas capaz de atingir públicos direcionados, de acordo com o perfil dos produtos e serviços ofertados ao mercado.

A consultora destaca que as ferramentas têm auxiliado as empresas a captarem novos clientes, dialogarem com os atuais e se relacionarem com aqueles que já consumiram e pretendem consumir novamente. Ao promover uma experiência positiva, as marcas podem ser beneficiadas com a indicação de clientes, que compartilham em suas redes de contato a satisfação com determinado produto ou serviço. “Mobilizações como essa trazem avanços para os pequenos negócios, movimentando todo o mercado e impactando positivamente a economia local.”

 

Este material foi produzido pela Agência Sebrae de Notícias e reproduzido com contribuições do Núcleo de Comunicação do GDI-Mata.

Associação Comercial e Industrial e Prefeitura realizam a V Feira da Indústria e Comércio de Barbacena

De 23 a 27 de maio, a Associação Comercial e Industrial de Barbacena (Acib) e a Prefeitura Municipal realizam a V Feira da Indústria e Comércio de Barbacena (Feicob), na Praça dos Andradas, no centro de Barbacena. Durante o evento, o Sebrae Minas irá promover diversas ações gratuitas para os pequenos empreendedores da cidade e da região. A Feicob é voltada para a geração de negócios e valor e tem como objetivos oferecer à comunidade a oportunidade de conhecer diversas indústrias e empresas de Barbacena, criar uma consciência empreendedora no município e oportunizar a alavancagem das empresas locais, estimulando o acesso a novos mercados e fornecedores locais.

 

Programação Sebrae Minas

23/05

13h às 17h: Oficina Como ser MEI na prática

19h às 21h: Palestra Administração competitiva

 

24/05

13h às 17h: Oficina Como elaborar um planejamento para abertura de empresas

18h às 22h: Oficina Como controlar o seu dinheiro

 

25/05

13h às 17h: Oficina Como ser MEI na prática

19h às 21h: Palestra Cerveja artesanal é um bom negócio?

 

26/05

13h às 15h: Palestra Qualidade no atendimento ao cliente

18h às 22h: Oficina Como ser MEI na prática

 

27/05

10h às 12h: Empreendedorismo com Foco no Empretec

 

Nos cinco dias de evento, haverá também atendimentos especializados com um consultor de finanças e mercado do Sebrae Minas. Os horários devem ser agendados no estande do Sebrae na feira ou pelo telefone (32) 3332-9686.

 

Este material foi produzido pela Agência Sebrae de Notícias e reproduzido com contribuições do Núcleo de Comunicação do GDI-Mata.

Sebrae Minas promove dia de conhecimento, colaboração e negócios para startups pela primeira vez em Juiz de Fora

O Sebrae Minas promove, no dia 20 de maio, das 10h às 16h30, a primeira edição do Startup Day em Juiz de Fora. O evento é coordenado pelo Sebrae, simultaneamente em todo o Brasil, e será realizado no Premier Park Hotel (Av. Deusdedith Salgado, 1805 – Teixeiras). O objetivo é fomentar o ecossistema de inovação e apresentar casos de sucesso que inspirem os empreendedores. As inscrições gratuitas devem ser feitas no site do Sebrae Minas e o evento

Durante a maratona de sete horas de aprendizado e prática, os participantes irão mergulhar no universo da inovação. As ações são voltadas para startups em todos os estágios de maturidade. A construção do evento é feita de forma colaborativa, privilegiando sempre as demandas e necessidades do ecossistema local.

“O evento é uma forma de incentivo para o desenvolvimento de startups na região. Os empreendedores vão participar de palestras, debates, encontros e atividades práticas como workshops, oficinas e treinamentos”, destaca a analista do Sebrae Minas Daniela Mendonça. Haverá, ainda, o lançamento do Programa Go Minas – Aceleração de Startups em Juiz de Fora, através do Sebraetec, instrumento do Sebrae que permite às empresas de qualquer setor econômico o acesso subsidiado a serviços em inovação e tecnologia, visando à melhoria de processos e produtos e/ou à introdução de inovações nas empresas e mercados.

“Teremos, também, um espaço para as startups locais divulgarem seus serviços e ofereceremos a oportunidade de conectar profissionais que querem trabalhar em startups com os principais atores do ecossistema de inovação”, ressalta Daniela.

 

Conheça os palestrantes

Leonardo L’Hotellier: formado em Engenharia da Computação pelo IME (Instituto Militar de Engenharia) e pós-graduado em Finanças pela COPPEAD, Eduardo L’Hotellier começou sua carreira na área de consultoria estratégica e gestão financeira. É CEO e fundador da GetNinjas, empresa premiada pela The Next Web, Microsoft, Startup Farm, entre outras.

Matt Montenegro: CEO do Barba Ruiva, que funciona como um guarda-chuvas para o Beved, um mercado livre de cursos online;  e criador do AIO, um YouTube corporativo para base de conhecimento, comunicação interna e mini treinamentos para empresas. É formado em Comunicação Social (Publicidade) na Newton Paiva, pós-graduado em Design de Interação na PUC e especialista em User Experience. É membro ativo do San Pedro Valley, comunidade autogerenciada de startups da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH).

Alexandre Rodrigues: CEO e fundador da Evnts, plataforma tecnológica de reserva de hotéis para eventos e grupos. É formado em Relações Internacionais pela Universidade de Brasília (UnB). Antes de fundar sua startup, trabalhou na OFEX, empresa de organização de eventos.

 

Startups em Minas

Minas Gerais é o segundo estado brasileiro em número de startups, atrás apenas de São Paulo. São 365 startups, algo em torno de 9% do total nacional. Segundo o presidente da ABStartups, Amure Pinho, estima-se que 25% das startups brasileiras morrem. “Uma em cada quatro não sobrevive, o que é considerado razoável em se tratando de um segmento que lida com as incertezas”. Para ele, esse cenário se justifica pelo fato de as startups criarem soluções inovadoras, muitas vezes à frente das próprias demandas do mercado. “Os empreendedores de startups são desbravadores, vão onde ninguém ousou ir”, pontua.

 

Este material foi produzido pela Agência Sebrae de Notícias e reproduzido com contribuições do Núcleo de Comunicação do GDI-Mata.

Entidades se reúnem após cinco meses de trabalho para repassar avanços em prol do desenvolvimento econômico

As entidades que integram o Grupo de Trabalho Desenvolvimento e Inovação na Mata Mineira (GDI-Mata) se reuniram na última sexta-feira (5) para a segunda Reunião Geral em 2017. Na ocasião, a Coordenação Geral apresentou um relatório com todas as atividades realizadas pelo Grupo nos meses de fevereiro a abril e anunciou a Conferência de Inovação e Desenvolvimento para a Zona da Mata Mineira (Conide), bem como o envio de uma Proposta de Trabalho à organização Comunitas para elaboração de um Planejamento Estratégico para Juiz de Fora.

Na ocasião, o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, João Mattos, destacou a consolidação do Grupo, que está prestes a completar um ano de existência, bem como a demanda nacional por iniciativas semelhantes. “Vendo o diálogo entre as articulações estratégicas dos Grupos Temáticos (GTs), é evidente que o GDI veio para ficar. Além disso, o interesse de outros municípios em se engajar nessa proposta revela que a vocação do grupo extrapola os limites regionais”, enfatizou.

Representantes dos Grupos Temáticos (Agronegócio, Comércio, Indústria, Serviços e Turismo) apresentaram ainda as ações estratégicas planejadas e em andamento para cada setor. O evento foi também uma oportunidade para a apresentação de dois novos integrantes do Grupo: a Fundação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa e Extensão (Fadepe) e a Prefeitura Municipal de São João Nepomuceno, além do retorno da Liga das Empresas Juniores da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

 

Conide

Visando estimular ainda mais a proximidade entre o ambiente acadêmico e o setor produtivo, de forma a gerar negócios e inovação, O GDI-Mata planeja realizar, em agosto deste ano, a Conferência de Inovação e Desenvolvimento para a Zona da Mata (Conide). O evento, cuja programação será divulgada em breve, trará pesquisadores, empresários e especialistas de todo o Brasil para discutir boas práticas, propostas e novidades que possam ser aplicadas no incremento à economia regional.

Nesse sentido, a agenda vem sendo pensada de forma a congregar diferentes perspectivas e experiências, conforme destaca o destaca o Diretor de Inovação da UFJF, Ignacio Delgado. “Com essa iniciativa, reforçamos o papel de articulação do GDI-Mata na identificação de demandas da sociedade, proposição de ações e aproximação com as entidades executoras, de forma a provocar um crescimento sustentável dentro das vocações econômicas da região e tornar a inovação um instrumento desse processo”.

 

Trabalho em rede

O GDI-Mata é uma iniciativa oriunda de uma articulação iniciada em junho deste ano e é aberta à participação e colaboração de organismos e entidades empenhados no desenvolvimento regional. Seu objetivo é a revitalização da economia da Zona da Mata mineira, por meio da cooperação das instituições de ensino e pesquisa com o poder público, entidades e setores empresariais, visando à elevação da capacidade e da disposição das empresas da região para inovar. Com isso, o Grupo espera favorecer o desenvolvimento sustentável e o bem estar social.

Em julho do ano passado, a UFJF, a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e outras nove entidades assinaram uma Portaria conjunta e uma Carta de Intenções, oficializando a criação do Grupo. Desde então, as entidades que forma a rede do Grupo vem trabalhando organizadas em cinco áreas temáticas: Agronegócio, Comércio, Indústria, Serviços e Turismo; e viabilizando, por meio do Portal de Negócios e Inovação lançado em outubro, parcerias e convênios entre setor produtivo e instituições de pesquisa da região.
Outras informações: (32) 2102-3425 (Núcleo de Comunicação do GDI-Mata)

Workshop de Captação de Recursos reúne mais de 30 representantes de órgãos e entidades da região

No último dia 11, o Sebrae Minas promoveu o Workshop de Captação de Recursos, com apoio do Grupo de Trabalho Desenvolvimento e Inovação na Mata Mineira (GDI-Mata). A ação teve como objetivos instrumentalizar os participantes com noções básicas na construção de projetos focados na captação de recursos e estimular a permanente busca de informações a respeito de fontes de recursos, que possam contribuir para promover o desenvolvimento da região.

Reuniram-se na sede do Sebrae Minas, em Juiz de Fora, 31 representantes de entidades que compõem o GDI-Mata, tais como o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG); o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac); a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), inclusive com colaboradores da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa); o Juiz de Fora e Região Convention & Visitors Bureau; e a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), também com colaboradores do Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt).

Durante a capacitação, foram abordados conteúdos como: contexto da captação de recursos no Brasil; conceitos e aplicações sobre captação de recursos; interpretação, leitura de editais e noções básicas sobre a construção de projetos focados na captação de recursos; Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse (Siconv); e captação de recursos para promoção do desenvolvimento da região.

Para a gerente do Departamento de Trabalho, Emprego e Renda da PJF, Leila Cristina Abrahão, a capacitação foi uma oportunidade de integração dos diversos agentes da economia local, como poder público, setor produtivo e instituições de ensino e pesquisa, que potencializa a mobilização de recursos e a construção de ações conjuntas para o desenvolvimento de Juiz de Fora e região. “Foi possível ampliar a possibilidade de um novo olhar, direcionado para o que já existe, como fonte de recursos e para as oportunidades, a partir do compartilhamento de conhecimento e objetivos de cada setor, visando melhores e maiores resultados para o ecossistema empreendedor”.

O workshop foi ministrado por Nilson Borges, consultor credenciado do Sebrae Minas nas áreas de desenvolvimento territorial, legislação aplicada às micro e pequenas empresas e agronegócio. Nilson é instrutor em treinamentos, palestras, seminários e workshops nas diversas áreas administrativas para empresas de direito público e privado. Autor da metodologia Veoma (baseada em processos de qualidade e excelência administrativa), foi coordenador do Comitê Temático de Acesso a Mercados no Fórum Permanente Mineiro das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Fopemimpe) estadual.

 

Este material foi produzido pelo Sebrae Minas e reproduzido com contribuições do Núcleo de Comunicação do GDI-Mata.